terça-feira, 23 de novembro de 2010

Brasil critica os Estados Unidos em reunião da OIT


O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, criticou nesta terça-feira (23) os EUA por manter uma política nociva para os países em desenvolvimento. A crítica foi apresentada em uma reunião da Organização Internacional do Trabalho (OIT). No simpósio de cooperação Sul-Sul para o desenvolvimento, promovido pela agência, o diplomata defendeu as nações que usam políticas de controle de capital.

Ele acusou Washington de se queixar das supostas moedas desvalorizadas, enquanto implementa medidas prejudiciais aos países em desenvolvimento, como a recente injeção de 600 bilhões de dólares na sua economia.

Na última reunião dos 20 países mais ricos e as economias emergentes (G-20), houve um aspecto positivo, que foi o reconhecimento de que as nações emergentes e em desenvolvimento têm o direito de evitar os prejuízos da guerra fiscal, disse ele.

O chanceler brasileiro também se reuniu com o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, na sequência da sua participação no simpósio. Eles concordaram sobre a necessidade de retomar as negociações da Rodada de Doha, lançada em 2001, que foram paradas pela postura pouco construtiva das principais potências comerciais do Ocidente.

Fonte: Prensa Latina
Tradução: Luana Bonone

0 comentários:

Postar um comentário

Busca

Receba por email

Perfil

Minha foto
Ex-diretor da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e ex-presidente da União da Juventude Socialista (UJS) de Alagoas. Atual militante e presidente do Comitê Municipal de Maceió do Partido Comunista do Brasil, PCdoB.

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

Seguidores